Juiz arquiva acusação contra PSDB-PR por uso de camisetas

O juiz Luciano Carrasco indeferiu o pedido de análise de denúncia de boca de urna da coligação de Osmar Dias contra Beto Richa. O juiz alegou que não há provas e o caso foi arquivado.

A coordenação jurídica da campanha de Osmar Dias (PDT), candidato a governador do Paraná, entrou com uma denúncia na manhã deste domingo (3) no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sobre irregularidades em camisetas e crachás utilizados por fiscais da coligação adversária, encabeçada pelo candidato Beto Richa (PSDB).

Segundo o advogado Guilherme Gonçalves, alguns fiscais utilizavam camisetas com as cores azul e amarela, cores do PSDB, e podem ser configurados como propaganda boca de urna. Haveria irregularidades também no tamanho dos crachás dos fiscais. O crachá seria superior a 10x5 centímetros, limite determinado pelo parágrafo 3º do artigo 39 da legislação eleitoral. O TRE analisou o pedido da candidatura de Osmar Dias e o negou.