Eduardo Campos perdoa adversários e comemora vitória no Ceará

Eduardo Campos foi reeleito governador de Pernambuco neste domingo e conversou com a imprensa em uma coletiva realizada no bairro de Boa Viagem, em Recife, onde agradeceu à população pela votação expressiva que obteve e aproveitou para "perdoar" as ofensas recebidas por seus adversários durante a campanha eleitoral.

"Gostaria aqui, neste momento, de perdoar todos os ataques que eu recebi durante esta campanha e que meu avô - o ex-governador Miguel Arraes de Alencar - também recebeu. Quero que meu grupo político deixe isso para trás e vamos cuidar do povo", disse Campos.

O governador aproveitou para declarar seu contínuo apoio à Dilma Rousseff à presidência da República. Ele antecipou que se reunirá com a candidata do PT em Brasília para tratar sobre a campanha do segundo turno da candidata. "Não tenham dúvidas da tendência que o Brasil vai seguir. Vamos experimentar o gosto da responsabuilidade e Pernambuco vai ajudar a eleger Dilma no segundo turno", afirmou.

Com relação a Lula, Campos disse que sua administração teve a colaboração do atual presidente e que esta vitória também é fruto desta relação.