Dilma e Serra disputarão segundo turno no dia 31 de outubro

O sucessor do presidente Luiz Inácio Lula da Silva será definido em 31 de outubro, quando ocorrerá o segundo turno das eleições à Presidência, que será disputado entre a candidata do PT, Dilma Rousseff, e do PSDB, José Serra, informou o Tribunal Superior Eleitoral.

"Podemos confirmar que haverá segundo turno nas eleições presidenciais", disse o presidente do tribunal, Ricardo Lewandowski.

Com 98% das urnas apuradas, a candidata do presidente Lula, que liderou as pesquisas com ampla vantagem desde o início da campanha, alcançava 46,6% dos votos válidos, contra 32,7% de seu principal adversário, José Serra, ex-governador de São Paulo.

A surpresa do dia foi a votação obtida pela candidata do PV, Marina Silva, que somava 19,4%, muito acima do estimado pelas pesquisas, o que a tornou a candidata mais votada entre os presidenciáveis em Brasília e a segunda mais votada no Rio de Janeiro.

Lula, que encerra seu governo em 31 de dezembro e sai como o presidente mais popular da história do país, com 85% de aprovação, também teve que ir ao segundo turno em 2002, quando foi eleito, e também quatro anos depois, na reeleição.