TSE permite divulgação de pesquisa Ibope no Paraná

Na noite desta sexta-feira (1), o ministro Marco Aurélio do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deferiu liminar em mandado de segurança impetrado pelo Ibope Inteligência Pesquisa e Consultoria Ltda, para assegurar a divulgação de pesquisa de intenção de votos para os cargos de senador e governador do Estado do Paraná.

A liminar concedida pelo ministro suspende a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Estado. O TRE-PR havia proibido a divulgação dos resultados da pesquisa, a pedido da coligação "Novo Paraná", que apoia a candidatura de Beto Richa (PSDB) ao governo paranaense.

A pesquisa foi realizada no último dia 25 de setembro e segundo o Ibope, "há mais de 15 dias não é divulgado qualquer pesquisa de intenção de votos em todo Paraná, uma vez que os anteriores pedidos de registro formulados pelo Ibope e Datafolha também foram indeferidos pelo Tribunal Paranaense", sob alegação de erros técnicos na metodologia a ser aplicada.

Na ação o Ibope argumentou que a manutenção da decisão do TRE-PR representa "prejuízo irreparável à liberdade de manifestação e, em última análise, ao princípio democrático e aos eleitores paranaenses".

Assim, ao reforçar o pedido de liminar, o Ibope informou que observou todos os requisitos previstos na Resolução 23.190/2010, que trata do registro das pesquisas eleitorais.