Ibope confirma liderança isolada de Genro, com 48%

O petista Tarso Genro mantém a liderança isolada na corrida pelo governo do Rio Grande do Sul, conforme levantamento do Ibope divulgado neste sábado (2). Mas não há certeza se a eleição se encerra no primeiro turno. De acordo com a pesquisa, Genro tem 48%, José Fogaça (PMDB) aparece com 26% e a governadora Yeda Crusius (PSDB) com 15%. Pedro Ruas (Psol), Júlio Flores (PSTU) e Aroldo Medina (PRP) têm 1% cada. Os demais candidatos não atingiram 1%. Brancos e nulos somam 3% e, indecisos, 5%.

Contabilizados apenas os votos válidos, Genro tem 52%, Fogaça 28% e Yeda 16%. Como a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, os números ficam no limite e não é possível assegurar que Genro está com a eleição ganha.

A parte da pesquisa que diz respeito à corrida para o Senado aponta empate técnico entre o senador petista Paulo Paim, candidato à reeleição, e a progressista Ana Amélia Lemos: cada um deles tem 52%. Germano Rigotto (PMDB) aparece com 39%. Abgail Pereira (PCdoB), companheira de chapa de Paim, possui 14% e Vera Guasso (PSTU) 2%. Os demais candidatos não atingiram 2%. Brancos e nulos somam 7% e, indecisos, 17%. Neste domingo os eleitores devem escolher dois candidatos para o Senado.

Em relação à preferência dos gaúchos na disputa presidencial, o levantamento do Ibope mostra Dilma Rousseff (PT) com 47%, José Serra (PSDB) com 37% e Marina Silva (PV) 9%. Brancos e nulos são 2% e, indecisos, 4%.

Encomendada pelo Grupo RBS, a pesquisa foi realizada entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro, com 2.002 entrevistados, e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 33.495/2010 e no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número 50.805/2010.