Anastasia tem 12 pontos de vantagem em Minas Gerais, diz pesquisa

 

Pesquisa do instituto EM Data, divulgada neste sábado mostra vantagem de 12 pontos do atual governador Antonio Anastasia (PSDB) sobre seu principal oponente na corrida ao Palácio da Liberdade, Hélio Costa (PMDB). De acordo com o levantamento, o tucano alcançou 43% das intenções de voto e o peemedebista, 31%. Os números dão vitória em primeiro turno ao candidato do PSDB.

Segundo a sondagem, publicada pelo jornal Estado de Minas, 16% estão indecisos ou optariam por votar em branco e 6% não responderam ou afirmaram que votarão nulo ou em nenhum dos candidatos. O candidato verde José Fernando obteve 2% dos votos, e Luiz Carlos (Psol), marcou um ponto. Os outros quatro candidatos receberam, juntos, 3%. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

O levantamento ouviu 1.100 eleitores mineiros, entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro, e está registro no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais sob o número 76.978/2010.

Autoelogio 

Responsável direto pelo desempenho do candidato Antonio Anastasia na campanha e seu mentor político, o ex-governador de Minas Aécio Neves (PSDB) comemorou os números neste sábado. Em campanha por Venda Nova, na Grande BH, o candidato ao Senado não titubeou em atribuir a si e a seu governo o reconhecimento do eleitorado mineiro. "Ninguém teve, durante oito anos, a aprovação que eu tive como governador, ninguém no Brasil, nem agora, nem em qualquer outro tempo", disse.

O ex-governador, que comandou o Estado entre 2003 e março de 2010, voltou a atacar Hélio Costa e a intervenção do Planalto e do PT nacional ao definir que o PMDB seria cabeça de chapa na chapa da base do presidente Lula em Minas: "houve aqui uma violência muito grande sobre o próprio Partido dos Trabalhadores, que tinha duas candidaturas até com algum peso. Então, se nós valorizamos Minas, as razões de Minas, a outra candidatura, o tempo inteiro, atendeu interesses externos a Minas".