TSE mantém candidatura de Roseana Sarney no Maranhão

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve nesta sexta-feira (1º) o registro da candidatura à reeleição da governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB). O colegiado negou recurso do deputado estadual Aderson Lago (PSDB), que argumentava que Roseana deveria ser impedida de disputar a reeleição por supostamente estar incluída na Lei da Ficha Limpa. Ela foi multada no ano passado por publicidade institucional para fazer campanha antecipada.

O relator do caso, ministro Hamilton Carvalhido, defendeu a multa aplicada à governadora não pode ser considerada razão para a inelegibilidade. "Não há de se falar na inelegibidade em razão de imposição de multa por propaganda institucional antecipada", observou.

"Uma propaganda antecipada não pode gerar inelegibilidade de oito anos nem aqui nem na China", resumiu o ministro Marcelo Ribeiro.