Serra diz ser "boa" a contribuição de Aécio no segundo turno

O candidato do PSDB à presidência da República, José Serra, participou, na noite desta quarta-feira (29), de um comício em Barueri, na Grande São Paulo. Após o discurso, o tucano foi questionado sobre as declarações do ex-governador de Minas Aécio Neves (PSDB), que está na dianteira das pesquisas de intenção de voto na disputa pelo Senado, de que a campanha presidencial precisaria ser repensada em um eventual segundo turno.

Serra respondeu: "eu acho bom, até porque, com ele vindo para a campanha, fica mais fácil". Aécio é alvo de críticas por parte de membros do seu partido por não ter, segundo o tucano, colaborado, de fato, com a campanha presidencial. "Aécio esteve na campanha dele", disse o tucano paulista.

"Não estou dizendo que está na hora de entrar ou de não entrar. Estou apenas dizendo que no momento que não se tem mais eleições estaduais, a dinâmica é outra", afirmou Serra.

Em entrevista a um portal de internet, nesta quarta, Aécio afirmou que, caso haja segundo turno presidencial, seria importante "uma politização da campanha" e "um diálogo mais permanente". O candidato ainda usou outro termo sobre a possibilidade de outro turno: "nós teremos de dar um freio de arrumação".

Em referência ao último debate deste primeiro turno, que será realizado nesta quinta-feira (30) pela Rede Globo, o tucano negou qualquer preparativo especial. Serra disse também que estaria preparado, caso o debate fosse neste momento, assim como estaria pronto para uma partida de futebol, ou para assistir ao jogo do Palmeiras.

O time do candidato joga nesta quarta contra o Internacional de Porto Alegre, na Arena Barueri, pelo Campeonato Brasileiro.