Repórter do CQC chama Palocci de "cara dura" e constrange Dilma

 

     BRASÍLIA - O repórter do programa humorístico 'CQC', da Band, Danilo Gentili, constrangeu o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci durante a coletiva da candidata Dilma Rousseff (PT), na manhã desta quinta-feira, em Brasília. Ao lado do parlatório da petista, numa posição destacada, Palocci ouviu Gentili fazer uma espinhosa pergunta para Dilma: "Erenice vai ter um cargo de bastidores, como o Zé Dirceu, ou na cara dura, igual ao Palocci, que tá aí?".

 

Contrariada, Dilma esquivou-se com um "eu passo; agradeço a pergunta, mas passo". Palocci desatou um riso nervoso, olhou para Gentili e disparou nova gargalhada. Os assessores da ex-ministra fizeram olhar de fuzilamento. Mas Palocci continuou a rir, para demonstrar que não se incomodou.

 

Coordenador da campanha de Dilma, ele foi afastado do governo Lula depois do espisódio da violação do sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos, em 2006 (caso evocado por José Serra na TV e em declarações públicas).

 

Minutos depois, a repórter Delis Ortiz, da TV Globo, voltou a perguntar à petista se ao seu lado estava o futuro ministro da Fazenda. "Eu gosto muito do Palocci, assim como gosto do José Eduardo Dutra... e tem o José Eduardo Cardozo. Mas se eu discutir ministério antes de discutir eleição e subir no salto alto com esse pezinho imobilizado aqui...", brincou a candidata, antes de mandar um beijo para a repórter e encerrar a coletiva.