Serra alfineta: "Lula está competindo no lugar de Dilma"

Marcela Rocha, Portal Terra

S O PAULO - O candidato do PSDB à presidência da República, José Serra, passeou na tarde deste domingo (12) com sua neta Gabriela pelo Museu Catavento, em São Paulo, idealizado durante sua gestão no governo do Estado. Questionado por uma jornalista argentina se a competição eleitoral não estaria se dando, na verdade, com o Lula, o tucano respondeu: "estou competindo com Dilma. Lula está competindo no lugar de Dilma. Ela não faz campanha, não se sabe bem o que pensa, não sabe, ou não quer, ou não sabe como debater".

O candidato disse, também, que gostaria que tivessem havido muito mais debates. "Mas houve muita falta por parte da Dilma, que veio muito pouco a debate". Serra acrescentou que há, portanto, uma companha terceirizada. "A população não a conhece bem".

Durante a visita, Serra tomou café com o candidato ao governo paulista Geraldo Alckmin (PSDB) e Aloysio Nunes, que disputa o Senado, e apresentou os andares do museu à sua neta. Na saída, destacou que pretende reproduzir o modelo do museu Catavento. Para o tucano, esta iniciativa une lazer, cultura e educação.

Serra criticou as universidades públicas federais e defendeu a expansão do número de alunos. "Falam de prédios, novas instituições, mas o número de alunos, que é o que importa, cresceu muito pouco. Em São Paulo, se expande muito e no governor FHC cresceu mais ainda", afirmou.

O tucano ainda aproveitou para insinuar que o governo Lula exerceu uma política de ensino superior publicitária e justificou: "aumentam os prédios, mas não o número de alunos proporcionalmente".