SP: candidato ao Senado pelo PV, Young pede que Tuma desista

Portal Terra

S O PAULO - O candidato do PV ao Senado, Ricardo Young, pediu nesta quarta-feira que seu adversário Romeu Tuma (PTB) desista de sua candidatura. Young lembrou que Tuma está sob cuidados médicos desde o dia 2 de setembro e citou o exemplo de Orestes Quércia (PMDB) que também enfrenta um problema de saúde e renunciou à sua candidatura na última segunda-feira.

"O Tuma está gravemente doente e o maior problema de ele ser eleito é que está conduzindo seus eleitores a votarem no suplente que, no Brasil, é escolhido de forma antidemocrática e oportunista". Os suplentes na chapa de Romeu Tuma são Antonio Carbonari Netto e Murilo Celso de Campos Pinheiro.

Young acredita que a saída desses dois fortes concorrentes favorece a sua candidatura porque, segundo ele, teriam restado poucos candidatos sérios na disputa. "Agora sobraram só os que estão por situações circunstanciais e partidárias e ai cito claramente o Moacir Franco (PSL). Já é público que ele está sendo utilizado para aumentar a exposição do partido e puxar votos para outros candidatos da legenda", afirmou.

O candidato espera uma maior presença da presidenciável Marina Silva em seus programas de TV e rádio para aproveitar a brecha da ausência de fortes concorrentes e assim conseguir uma vaga no Senado.