Sergio Cabral anuncia criação de 20 Clínicas da Mulher até 2014

JB Online

RIO - O governador Sérgio Cabral, candidato à reeleição, adiantou que construirá 40 unidades de atendimento voltadas para mulheres, diabéticos e hipertensos, em um segundo mandato. Ele esteve na manhã desta quinta-feira nas futuras instalações do Hospital da Mãe e da Clínica da Mulher de Mesquita, na Baixada Fluminense.

Nossa meta, nos próximos quatro anos, é oferecer clínicas especializadas à população. Faremos 20 Clínicas da Mulher e teremos, também, 20 clínicas voltadas para o diabético e para o hipertenso, com atendimento especializado para quem sofre dessas duas doenças invisíveis, mas mortais. Assim, não precisaremos contar apenas com o posto de saúde convencional, com a UPA 24h ou com a Clínica da Família. Oferecer modelos de especialidades é o papel do estado afirmou Cabral.

Durante a visita às obras, o governador disse que a maternidade será capaz de fazer três mil partos por ano. Cabral ressaltou a importância de o estado ter uma rede de saúde especializada. As unidades especializadas retiram o paciente do hospital geral. A UPA 24h foi o primeiro passo nessa direção: tirar da emergência demandas que não necessariamente estariam na emergência. Tanto que, dos 5,5 milhões de atendimentos que fizemos até agora nas UPAs, menos de 1% é removido para os hospitais. Então, se nós tivermos essas clínicas especializadas, para a mulher, para o diabético, para o hipertenso, é menos gente disputando a atenção do médico na emergência do hospital disse o governador.

Sérgio Cabral anunciou ainda que a Baixada Fluminense ganhará novas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) 24h. Vamos inaugurar até meados de setembro, aqui em Mesquita, uma UPA 24h. E uma segunda unidade em Nova Iguaçu. Com essa nova oferta e o fortalecimento das Clínicas da Família, temos uma rede de saúde em que os três níveis de poder cumprem o seu papel. Estou muito feliz declarou.