PT entrará com processo contra Serra no caso do suposto dossiê

Claudia Andrade, Portal Terra

BRASÍLIA - O presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, afirmou nesta quinta-feira (26) que a legenda entrará com dois novos processos contra o candidato tucano à presidência da República, José Serra.

Serão protocoladas uma ação criminal por injúria e difamação e uma ação civil, por danos morais ao PT. Nos dois casos, a legenda reclama de prejuízos causados por declarações de Serra sobre o suposto dossiê que petistas estariam montando com dados de tucanos.

"Nós não encomendamos, não mandamos, não recomendamos a quem quer que fosse para montar, elaborar, redigir, dossiês contra quaisquer pessoas, membros ou não do PSDB", ressaltou Dutra.

O partido também quer que a Polícia Federal apure como ocorreu o vazamento de informações divulgadas pela imprensa dando conta que, além do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, outras três pessoas ligadas a Serra tiveram seus sigilos quebrados.

"Como isso foi passado para a imprensa e por quem? Não faremos nenhuma ilação sobre isso. Vamos solicitar à PF que apure e essa quebra", disse José Eduardo Cardozo, secretário-geral do partido.

À imprensa, Serra disse na última quarta que a suposta quebra de sigilo revelaria "jogo sujo" de petistas. Também teria cobrado explicações de sua principal adversária na disputa ao Palácio do Planalto, a petista Dilma Rousseff, sobre o que classificou de "espionagem para campanha eleitoral".

A legenda já havia acionado Serra sobre o tema, em junho deste ano.