Pesquisa mostra vitória de Marconi Perillo no primeiro turno em Goiás

Mirelle IreneIrene, Portal Terra

GOI NIA - Pesquisa encomendada pelo Instituto Ecope do Brasil/Diário da Manhã confirma favoritismo do senador Marconi Perillo (PSDB) nas intenções de voto ao governo de Goiás. O levantamento, feito em 50 cidades goianas, entre os dias 8 e 26 de agosto, mediu 51,7% de votos para o tucano na pesquisa estimulada, contra 32,8% para seu maior adversário no pleito, Iris Rezende (PMDB).

O candidato governista Vanderlan Cardoso (PR) alcançou na pesquisa 5,1%; Marta Jane (PCB), 1%, e Washington Fraga (Psol), 0,2%. Brancos e nulos somam 3,1 % e indecisos, 6,1%. A margem de erro da pesquisa é de 1,5%, para mais ou para menos.

No Jornal Diário da Manhã, jornal goianiense onde a pesquisa foi publicada, são mostrados índices de votos válidos (sem votos brancos, nulos ou indecisos contabilizados). Neste tipo de contabilização, o Ecope mediu 57% de votos para Marconi na pesquisa estimulada e 36% para Iris Rezende (PMDB).

Vanderlan Cardoso (PR) alcançou 5,7%, Marta Jane (PCB), 1,1% e Washington Fraga (Psol), 0,2%. Os índices projetam que, se a eleição fosse hoje, Marconi já seria eleito no primeiro turno.

Na disputa pelo Senado, os dois senadores em reeleição, Demóstenes Torres (DEM) e Lúcia Vânia (PSDB) lideram a disputa, com 53,5% e 42,4%, respectivamente. Em terceiro aparece o petista Pedro Wilson, com 19,2%, seguido de Paulo Roberto Cunha (PP), com 9, 5%, Elias Vaz (Psol), com 5,4%, Renner (PP), 5,1%, Adib Elias (PMDB), 4,3%, Rubens Donizett (PSTU), 2,7% e Bernardo Bispo (PCB), com 1,8%.

Os eleitores ouvidos também apontaram um índice de 8% de votos brancos, nulos ou que não votariam em nenhum dos candidatos. Para o Senado, a pesquisa mostrou também que 24% dos eleitores ainda estão indecisos.

O Ecope ouviu 6.701 eleitores, e a pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número 36458/2010, no dia 12 de agosto de 2010.