Para Marina, PT e PSDB não têm compromisso com o meio ambiente

Portal Terra

FLORIAN - A candidata Marina Silva (PV) afirmou, nesta sexta-feira, durante o Painel RBS, em Florianópolis, que o PSDB e o PT não manteriam nenhum "compromisso claro" com o meio ambiente e a sustentabilidade.

Após 30 anos, a ex-senadora lembrou sua saída do PT e ressaltou que o partido cumpriu dois de seus três preceitos: a justiça social e o reforço do sistema democrático. "A questão do meio ambiente ficou de lado, como faz o PSDB, o PMDB e outros partidos brasileiros", disse. "Nenhum líder destas legendas conseguiu até hoje entender o verdadeiro papel do meio ambiente".

Durante o programa, a candidata comentou a disparada de Dilma Rousseff (PT) nas últimas pesquisas de intenção de voto. Mesmo assim, ela disse acreditar na possibilidade de um segundo turno e afirmou estar contente com a margem de dez pontos percentuais. "Se até o Lula, que vinha de quatro anos na presidência, precisou passar por um segundo turno, o que dirão os demais", disse. "Acho que o povo merece a chance de analisar duas vezes. No primeiro turno votamos no candidato de coração e, no segundo, no menos pior".

A questão ambiental e os investimentos em Educação foram citados pela candidata verde. Segundo ela, a campanha em rádio e televisão não estaria trazendo propostas ou debates. No terceiro bloco, Marina Silva lamentou a ausência de Ciro Gomes na disputa eleitoral. "Pena que o ceifaram. Tenho certeza que estaria contribuindo", disse. ''Estamos querendo trazer propostas para o futuro do país. Acredito em sonhos e, se fosse pragmática, teria saído mais uma vez como candidata ao Senado''.