No Rio de Janeiro, Serra diz que PT faz "ocupação militar"

João Pequeno, Portal Terra

RIO DE JANEIRO - O candidato do PT à presidência da República, José Serra, afirmou nesta sexta-feira (27), durante reunião no clube da Aeronáutica, no Rio de Janeiro, que o PT "tem características de ocupação militar" na máquina pública.

O tucano usou essa metáfora para responder uma pergunta sobre como pretendia governar o Brasil tendo a "quase totalidade" do funcionalismo público ligado ao PT. "Foi assim na prefeitura de São Paulo (que herdou da petista Marta Suplicy em 2004). O PT tem, e aqui não vai nenhuma ironia, caracteristicas de ocupação militar. Quando faz ocupação tenta ocupar o país inteiro", disse, para uma plateia formada, na maior parte, por militares.

O candidato também se queixou da dificuldade que tem em desmentir boatos espalhados especialmente pela internet, como o de que seria contra concursos públicos. Assim como seu companheiro de partido, Geraldo Alckmin, ele sofrera com boatos de que faria novas privatizações em 2006.

Serra afirmou, ainda, que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso está livre para participar de sua campanha.