GO: senador do DEM reclama do "nhe-nhe-nhem" de Serra

Mirelle Irene, Portal Terra

GOI NIA - O senador Demóstenes Torres (DEM) disse nesta quinta-feira (26) em Goiânia, ao participar de reunião com empresários do setor confeccionista, que a estratégia de José Serra (PSDB) na corrida presidencial está errada. "Ele poderia reconhecer o que o presidente (Lula) fez de bom, mas tem que dizer que pode fazer mais. Ele tem que mostrar porque é diferente, porque vai adiante. Ficou no nhe-nhe-nhem, e o povo não aguenta isso", critica.

A análise de Demóstenes - que é aliado de Serra e compõe a coligação do PSDB em Goiás como candidato a reeleição - foi uma resposta à divulgação hoje da pesquisa Datafolha que coloca a petista Dilma Rousseff 20 pontos na frente do candidato tucano. Para Demóstenes, Serra não conseguiu, até agora, se diferenciar de Dilma, em relação às propostas apresentadas. "O erro é querer mostrar que ia (vai) fazer a mesma coisa. E quando isto acontece, ninguém vota na filial, vota na matriz", criticou. "Além disso, a Dilma conta com o melhor cabo eleitoral no Brasil hoje, o presidente Lula", lembrou o senador.

Demóstenes critica também a ausência de Serra em eventos, principalmente nos Estados. "Ele não tem aparecido nos lugares. A gente nem sabe a agenda dele, para acompanhar", reclama. "Aí, começa a ter uma característica de perdedor, quando ele é o melhor candidato, o mais preparado. Todo mundo sabe disso", acrescentou Demóstenes, para quem, com a estratégia certa, Serra ainda pode reverter a situação revelada na pesquisa.