Dilma afirma que "não comento Serra. Deixa ele com o baixo nível dele"

Portal Terra

DA REDAÇ O - A candidata à presidência Dilma Rousseff (PT) afirmou, nesta terça-feira (7), que não fará comentários sobre o caso das violações de sigilo de pessoas ligadas ao PSDB e da filha do presidenciável José Serra (PSDB), Verônica Serra. "Eu não comento o candidato José Serra. Ele resolveu baixar o nível, deixa ele com o baixo nível dele. Tem gente que torce contra o Brasil, tem gente que acha que sempre quanto pior melhor, tem gente que passou o governo inteiro do presidente Lula torcendo para que o Brasil desse errado", disse a candidata durante coletiva concedida à imprensa em Brasília.

Antes, Dilma fez uma declaração sobre o Dia da Independência, comemorado nesta terça. Para a petista, o aspecto mais importante para o Brasil nesse sentido foi passar de devedor para credor do Fundo Monetário Internacional (FMI). "Um dos eventos que eu considero mais simbólicos da nossa independência foi o fato que nós rompemos com a tutela do Fundo Monetário Internacional (...) hoje o Brasil é respeitado internacionalmente, porque ninguém respeita devedor. Hoje o Brasil não é devedor, é credor", disse a candidata.

Dilma encerrou a rápida coletiva e não respondeu aos questionamentos dos jornalistas. Ela alegou que estava com dor de garganta, com rouquidão e tinha dificuldade em falar. "Amanhã eu tentarei estar melhor que hoje, vou fazer meus exercícios", finalizou a candidata.