Candidato do PV-MG inaugura "Casas de Marina" no Triângulo Mineiro

Juliana Prado, Portal Terra

BELO HORIZONTE - O candidato ao governo de Minas, José Fernando (PV), vai inaugurar uma série de "casas de Marina" na região do Triângulo Mineiro nos próximos dias. A estratégia visa a tentar algum fôlego para sua campanha, que patina e em algumas pesquisas não chega a marcar um ponto percentual. A tentativa nos 40 dias que ainda restam para as eleições de 3 de outubro é intensificar a associação de seu nome com o da presidenciável Marina Silva (PV).

As "casas de Marina" estão sendo abertas em todo o Brasil pela candidata verde e seus aliados que disputam os governos estaduais. A iniciativa funciona como sedes de comitês informais de campanha. De acordo com José Fernando, a estratégia de inaugurar estes comitês por todo o Estado de Minas será mantida até as eleições.

Apesar do baixo desempenho nas pesquisas, o concorrente diz que o programa eleitoral e os debates em emissoras de TV, que ainda irão acontecer, podem lhe beneficiar. "Estamos executando o que planejamos. Tenho ainda grande índice de desconhecimento, de mais de 80%, e isso vai diminuindo ao longo da campanha".

Na onda JK

Assídua em Belo Horizonte desde o período da pré-campanha, Marina deve voltar a Minas no próximo dia 3 de setembro. O destino, agora, será outro: Diamantina, terra natal do ex-presidente Juscelino Kubitschek, onde a presidenciável lhe prestará uma homenagem. "Deverá ser a única candidata à presidência que passará por Diamantina nestas eleições", destaca José Fernando.

O roteiro volta a colocar em pauta o nome de um dos mais importantes presidentes que o Brasil já teve. Esta semana, a disputa ao governo de Minas teve ingredientes espinhosos quando o assunto foi Diamantina e JK. Em visita à terra natal do ex-presidente, na manhã de terça-feira (24), o concorrente Hélio Costa (PMDB) exaltou a figura do político mineiro e o associou ao atual presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Na noite do mesmo dia, num episódio classificado pela coordenação da campanha tucana como "coincidência", a filha de JK, Maristela Kubitschek, esteve em Belo Horizonte para formalizar o apoio ao candidato à reeleição, governador Antonio Anastasia. Na oportunidade, ela mandou claros recados, dizendo que "a família Kubitschek e os diamantinenses estão com Antonio Anastasia".

E ela foi além. Segundo Maristela, "aqueles que realmente têm o apoio da família de Juscelino e da população nem precisam ir a Diamantina, porque Diamantina vem a eles".