Após impasse com Simon, Temer adia viagem ao RS para setembro

Flavia Bemfica, Portal Terra

PORTO ALEGRE - Integrantes do PMDB gaúcho passaram esta segunda-feira (23) discutindo como resolver o impasse gerado pela viagem do vice candidato de Dilma Rousseff (PT) à presidência da República e presidente da Câmara dos Deputados e do partido, Michel Temer, ao Rio Grande do Sul. Chegaram a um acordo no final do dia. Temer viajará ao Estado em 2 de setembro.

O candidato tinha viagem marcada inicialmente para a próxima quarta-feira (25) e seria recepcionado por pelo menos duas centenas de lideranças municipais do PMDB gaúcho, para que estas anunciassem seu apoio à chapa Dilma/Temer. Mas o roteiro, marcado diretamente entre o deputado e prefeitos, gerou uma crise com a cúpula estadual do PMDB.

O presidente do partido no Rio Grande do Sul, o senador Pedro Simon, que faz oposição à direção nacional comandada por Temer, convocou uma reunião da direção partidária na noite de domingo, na qual os peemedebistas decidiram que seria melhor Temer adiar a viagem. O objetivo foi mostrar que a direção tem algum controle sobre o movimento dos líderes regionais.

Na prática, o PMDB segue dividido: cerca de 200 prefeitos e vices (os vereadores ainda não estão contabilizados) vão apoiar Dilma, 12 dos 14 deputados federais e estaduais fazem campanha para o candidato do PSDB à presidência, José Serra, e a direção estadual tirou posição de neutralidade, seguida até agora por Simon e pelos candidatos ao governo do Estado, José Fogaça, e ao Senado, Germano Rigotto. Mas Rigotto já avisou que vai revelar seu voto pouco antes de 3 de outubro.

Temer viajará ao Estado em 2 de setembro, e além do encontro com prefeitos, para garantir a civilidade das relações, o candidato também fará uma visita ao diretório estadual do PMDB. A cúpula partidária não pretende participar do ato dos prefeitos e vices em favor de Dilma. "Queremos só oficializar nosso apoio, e não entrar em disputa de beleza", resumiu um dos organizadores do movimento, o prefeito de Quaraí, cidade da Fronteira-Oeste do Estado, João Carlos Gediel.