Mercadante se compromete a despoluir rio Tietê em 8 anos

Portal Terra

S O PAULO - O candidato ao governo de São Paulo pelo PT, Aloizio Mercadante, se comprometeu a apresentar um programa para despoluir o rio Tietê em oito anos. "O controle está na mão do governo, falta política pública e educação ambiental. Tem que ter multa e prazos para resolver isso", lembrou. "Tamisa, Reno e vários rios no mundo foram recuperados. São Paulo tem dois rios fantásticos, Tietê e Pinheiros. Temos que voltar a olhar pra isso, para nossa área, nossa história, para essa qualidade do meio ambiente como grande prioridade e faremos isso. Infelizmente em 16 anos eles não fizeram", atacou o petista.

Questionado na noite desta terça-feira (17), pelo jornal SPTV, sobre o saneamento básico em Garulhos,Mercadante disse que "a região tem uma empresa própria que está com duas estações de tratamento inauguradas, chegando a 53% de tratamento". "Não tinha nada quando chegamos lá", lembrou.

Confrontado pelo apresentador, que afirmou que o destino dos dejetos é o rio Tietê, Mercadante negou e disse que o problema está sendo tratado. "As duas estações estão prontas, uma já foi inaugurada. Campinas que tinha só 17% o governo Lula fez parceria com a estação própria chega a 100%", explicou.

Pedágios

Questionado sobre a criação de taxas na administração petista em São Paulo, com Marta Suplicy na prefeitura entre 2001 e 2004 - taxa de iluminação pública e a taxa do lixo -, Mercadante afirmou que também adotará taxas se eleito. Mas enfatizou que serão mais baratas que as da gestão atual.

"Se você olhar para o governo Lula tem pedágio, mas é sete vezes mais barato que o governo estadual (...). Tem um abuso do pedágio em São Paulo (...). Por quê? Porque eles embutem um imposto disfarçado e esse pedágio está sufocando a economia do interior do Estado. Eu vou ser governador para reduzir a tarifa dos pedágios", prometeu.