Guerra diz que é impossível uma propaganda mais tucana que a sua

Marcela Rocha, Portal Terra

S O PAULO - "Uma propaganda mais tucana impossível", afirmou o presidente do PSDB e candidato a deputado federal do partido em Pernambuco, Sérgio Guerra. A declaração, nesta quarta-feira(18),tenta explicar a ausência do presidenciável José Serra em seu espaço no horário eleitoral gratuito que foi ao ar na última terça-feira (17).

Guerra disse que foram gravados três tipos diferentes de propagandas: uma com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, outra com Serra e, a que foi ao ar ontem, com o candidato ao governo de São Paulo, Geraldo Alckmin.De acordo ele, o objetivo das inserções é apresentá-lo a população.

No primeiro programa eleitoral de TV do presidente nacional do PSDB, o senador tucano diz ter ajudado Pernambuco "no governo Arraes, no governo Jarbas e no Congresso o tempo todo". Em seguida, o candidato ao governo de São Paulo, Geraldo Alckmin aparece dando um testemunho sobre o correligionário. "É um dos melhores talentos da política brasileira", diz o paulista.

Já no final da inserção, o senador Sergio Guerra deixa uma mensagem. "O que posso dizer? Oposição aos projetos em favor de Pernambuco eu nunca farei", mostrando preocupação em explicar ao eleitorado pernambucano que caso o governador Eduardo Campos (PSB) seja reeleito, vai aprovar proposições para o Estado.

Ao citar o ex-governador Miguel Arraes, avô falecido do governador Eduardo Campos, o parlamentar pode azedar ainda mais a relação com Jarbas Vasconcelos (PMDB), candidato do seu grupo ao governo. Guerra é acusado de "liberar" os tucanos para votar no governador e candidato à reeleição.