Ficha Limpa trará refinamento, diz Marina

Da Redação, Jornal do Brasil

BRASILIA - A candidata do PV à Presidência, Marina Silva, disse que a Lei do Ficha Limpa promoverá um refinamento no Congresso Nacional a partir do ano que vem. A afirmação foi feita domingo durante o lançamento de sua biografia, intitulada Marina - A vida por uma causa , escrito pela jornalista Marília de Camargo César, em Fortaleza (CE).

O ficha limpa foi um apelo popular. Mostra que estamos aperfeiçoando a democracia. O Congresso Nacional, com certeza, vai ter um melhor refinamento afirmou.

A candidata garantiu que, caso vença a eleição, irá governar com os que querem o melhor para o Brasil , incluindo PT e PSDB, partidos dos seus principais adversários na corrida presidencial, Dilma Rousseff e José Serra, respectivamente.

Eu tenho dito desde o início que eu quero governar com os melhores. Chega de dizer que oposição e situação não dialogam. Eu quero governar com os melhores do PT, do PSDB, do PMDB. Com os que querem o melhor para o Brasil afirmou.

Resposta

Em resposta às afirmações do candidato do Psol, Plínio de Arruda Sampaio, que durante o debate da Band, na última quinta-feira, acusou Marina de ser uma ecocapitalista , a candidata afirmou que não pretende rotular seus adversários.

Cada um vê nos outros aquilo que tem dentro de si rebateu ao ser questionada por jornalistas.

No último sábado, o PV reagiu às afirmações de Plínio.

Ele é um burguês quatrocentão que mora em um apartamento de R$ 1 milhão falando de uma menina pobre, nascida na floresta, que se alfabetizou aos 16 anos e passou fome criticou o presidente do partido no Rio, Alfredo Sirkis.

A assessoria de Plínio afirmou que ele mora com sua família em uma casa alugada. À Justiça Eleitoral, o patrimônio declarado pelo candidato foi de R$ 2,1 milhões.

Nesta segunda-feira, a candidata estará em São Paulo para lançamento de seu livro no estado.