Cabral tem alta médica, mas só volta às ruas na próxima semana

João Pequeno, Portal Terra

RIO DE JANEIRO - Candidato à reeleição, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), recebeu alta na manhã desta quarta-feira (18) do Hospital Copa D'Or, onde havia sido operado na segunda-feira (16) para retirar uma parte do menisco direito que se rompeu, ficando entre a tíbia e o fêmur e impedindo-o de dobrar o joelho.

Cabral deixou de cadeira de rodas o hospital, em Copacabana (Zona Sul), e deve ficar em repouso, em casa, até segunda-feira (23), segundo seu ortopedista, Luiz Antonio Vieira. Nesse período, o governador deverá manter apenas as entrevistas para emissora de rádio e TV.

O vice-governador, Luiz Fernando Pezão, que mantém o cargo na chapa da reeleição, deve cumprir os compromissos externos até lá, visitando mais de 10 cidades até o final de semana.

O governador rompeu o menisco ao saltar da van que o levava ao Palácio Laranjeiras - residência oficial -, na volta de um compromisso de campanha. Há quatro meses, Cabral já tinha um desgaste diagnosticado no local - uma cartilagem que auxilia a articulação do joelho, e vinha fazendo fisioterapia e pretendia operá-lo somente após a eleição. Ele pode ficar até quatro semanas dependendo de muletas para se locomover.