Bolsas da Europa sobem após dados otimistas dos EUA e ainda digerindo BCE

Os mercados acionários europeus encerraram o pregão desta sexta-feira, 27, em alta, em meio à divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos. Desde quinta-feira, a postura "dovish" (favorável à estímulos na economia) do Banco Central Europeu (BCE) após reunião de política monetária também segue influenciando as principais bolsas. O índice Stoxx-600 fechou com ganho de 0,39%, aos 392,07 pontos, com avanço semanal de 0,67%.

Depois da divulgação de dados que mostram o fortalecimento da economia americana, as bolsas europeias também foram influenciadas pelo cenário otimista. O PIB americano cresceu à taxa anualizada de 4,1% no segundo trimestre, de acordo com o Departamento do Comércio do país, praticamente em linha com as expectativas de analistas ouvidos pelo Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, que previam alta de 4,2%.

Em Londres, o índice FTSE-100 ganhou 0,50%, aos 7.701,31 pontos, com alta semanal de 0,29%. A ação da BHP Billiton avançou 2,04% depois que a companhia BP America Production Company concordou em comprar o petróleo de xisto e gás dos EUA da mineradora. Na capital francesa, por outro lado, o papel do Carrefour teve ganhos de 12,01%, já que a varejista divulgou depois do fechamento europeu de quinta-feira um balanço que agradou aos investidores. Em Paris, o índice CAC-40 encerrou o pregão com aumento de 0,57%, aos 5.511,76 pontos, com ganho semanal de 2,10%, também impulsionado pelo anúncio da primeira leitura do PIB francês do segundo trimestre, que avançou 0,2% na comparação com o período entre janeiro e março.

O cenário também segue reagindo ao anúncio do BCE de manter as taxas de juro na zona do euro no nível atual pelo menos até o verão de 2019 no Hemisfério Norte. Em solo italiano, o índice FTSE-MIB fechou em alta de 0,42%, com 21.955,08 pontos e alta semanal de 0,74%, com destaque para as ações da Telecom Itália, que subiram 4,99%. Em Frankfurt, por sua vez, o índice DAX avançou 0,40%, aos 12.860,40 pontos, um avanço semanal de 2,38%.

Nos ibéricos, o índice Ibex-35, de Madri, encerrou a sessão com ganho de 0,90%, aos 9.867,90 pontos, e avanço semanal de 1,47%, enquanto o índice PSI-20, de Lisboa, avançou 0,40%, aos 5.615,27 pontos, e alta semanal de 0,17%.