Premier chinês diz que guerra comercial "não beneficia ninguém"

O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, advertiu nesta sexta-feira o governo dos Estados Unidos de que uma guerra comercial "não beneficia ninguém".

"Se um país quer aumentar as tarifas, a China responderá para se defender. Uma guerra comercial não beneficia ninguém porque prejudica o livre comércio e o processo multilateral", declarou Li em Sófia, onde participa em uma reunião com 16 países da União Europeia (UE) e dos Bálcãs.