Bolsas de NY fecham perto da estabilidade, em sessão volátil

As bolsas de Nova York tiveram uma sessão volátil nesta terça-feira, 8, mas recuperaram-se de perdas ao longo do pregão e encerraram praticamente estáveis. O dia foi marcado pelo anúncio do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de retirar seu país do acordo nuclear com o Irã, o que apoiou papéis do setor de defesa.

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,01%, em 24.360,21 pontos, o Nasdaq avançou 0,02%, a 7.266,90 pontos, e o S&P 500 teve baixa de 0,03%, a 2.671,92 pontos.

O presidente americano há tempos criticava o acordo e sua decisão era esperada por investidores. Os preços do petróleo haviam subido nas últimas semanas, o que impulsionou ações do setor de energia, diante da possibilidade de que o Irã venda menos petróleo.

Nas últimas semanas, as ações lutam para encontrar uma tendência clara. A temporada de balanços em geral superou a expectativa, mas não conseguiu gerar grandes movimentos de alta nas bolsas. A tensão geopolítica, preocupações com o comércio e o risco de uma desaceleração global continuam a deixar alguns investidores cautelosos. Nesse quadro, o S&P 500 segue cerca de 7% abaixo de sua máxima de janeiro.

As ações de energia tiveram os melhores desempenhos no S&P 500, em alta de 0,8%, enquanto as concessionárias se saíram pior, com esse grupo em baixa de 2,5%. Papéis do setor financeiro, tecnológico e industrial em geral encerraram em território positivo. Fonte: Dow Jones Newswires