Petróleo opera com estabilidade, mas com viés de queda após fortes ganhos

Os contratos futuros de petróleo operam perto da estabilidade, mas com viés de queda, nesta quinta-feira, depois de duas sessões de fortes ganhos nesta semana. 

Às 8h49, o barril do tipo Brent com vencimento em maio, negociado na Intercontinental Exchange (ICE) caía 0,22%, a US$ 69,32. Já o petróleo WTI, negociado na New York Mercantile Exchange (Nymex) recuava 0,17%, a US$ 65,06. 

Depois de receber forte impulso ontem, quando os estoques de petróleo do Departamento de Energia (DoE) dos Estados Unidos contrariam as expectativas e caíram consideravelmente, o petróleo passa hoje por leve realização de lucros.

Os estoques caíram 2,6 milhões de barris na semana encerrada em 16 de março, segundo o Doe. A expectativa era de que eles tivessem subido 2,4 milhões.

"Os dados publicados ontem foram muito bullish", disse Giovanni Staunovo, analista do UBS Wealth Management. "Talvez tenha sido apenas uma disparada e há um pouco de realização de lucro".

"Tensões geopolíticas também estão engrossando a tendência de alta, com rumores de que os EUA estão perto de colocar sanções sobre a indústria de petróleo da Venezuela", segundo a consultoria JBC Energy, acrescentando que também não há clareza sobre o que pode acontecer com o acordo nuclear do Irã. 

Fonte: Estadão Conteúdo (Dow Jones Newswires)