Petróleo sobe diante de perspectivas de demanda sólida

O petróleo fechou com leve alta nesta quinta-feira (15), enquanto a Agência Internacional de Energia (AIE) revisou para cima seu prognóstico da demanda mundial de commodity. 

Em Londres, o barril de Brent do mar do Norte para entrega em maio subiu 23 centavos, para fechar em 65,12 dólares, no Intercontinental Exchange (ICE). 

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega em abril, teve alta de 23 centavos e fechou a 61,19 dólares. 

Segundo o último informe mensal da AIE, a demanda mundial de petróleo deveria chegar, neste ano, a 99,3 milhões de barris, 1,5 milhão a mais que o previsto originalmente. 

Contudo, embora o "aumento das previsões de demanda possa beneficiar o preço no curto prazo", "o aumento da produção americana de petróleo de xisto continua impedindo que os preços deem um salto", alertou o analista Lukman Otunuga, da FXTM.

"Os preços do WTI se estagnaram durante várias semanas em torno dos 60 dólares, este mercado não vai a lugar algum", opinou Kyle Cooper, da AIF Advisors.