Bolsas da Ásia encerram pregão majoritariamente em alta

As bolsas asiáticas encerraram o pregão desta sexta-feira (27) majoritariamente em alta, impulsionadas pelos balanços corporativos positivos nos EUA, além da perspectiva de que a Europa continuará realizando estímulos monetários.

Nesta quinta, a Amazon, Microsoft e Alphabet, controladora do Google, divulgaram resultados trimestrais que agradaram o mercado. Além disso, o Banco Central Europeu divulgou planos de reduzir seu programa de compras de ativo, mas deu indícios de que vai permanecer estimulando a economia da zona do euro.

Na China, o Xangai Composto teve alta de 0,27%, a 3.416,81 pontos, renovando máxima em 22 meses. O menos abrangente Shenzhen Composto caiu 0,34%, a 2.023,50 pontos. A expansão anual do lucro da indústria chinesa ganhou força em setembro e atingiu 27,7%, ante 24% em agosto, segundo dados publicados no fim da noite de quinta.

Em Tóquio, o índice Nikkei teve alta de 1,24%, a 22.008,45 pontos, superando a marca dos 22 mil pontos pela primeira vez desde julho de 1996. O mercado japonês foi impulsionado não apenas por balanços positivos de empresas como a Nintendo, que teve ganhos em torno de 1,3%, mas também pelo enfraquecimento do iene frente ao dólar e por um avanço no rendimento de bônus do governo japonês (JBS) durante a madrugada.