Bovespa fecha em queda e dólar sobe

O principal índice da Bovespa fechou a sessão em baixa desta segunda-feira (8), tendo as ações do Banco do Brasil e as preferenciais da Vale entre as maiores pressões negativas, e com investidores ainda cautelosos com o andamento da reforma da Previdência no Congresso.

O Ibovespa caiu 0,28%, a 65.526 pontos. 

Perto do fechamento, as preferenciais da Vale recuavam 1,28%. Já as preferenciais da Petrobras caíam 1,34%. Eletrobras liderou as baixas do dia, com queda de mais de 4%

Durante a manhã, o índice operava em alta, com o setor de siderurgia e mineração pressionando o mercado diante de novas perdas para o minério de ferro na China.

Às 10h56, o Ibovespa avançava 0,13%, a 65.795 pontos. Na sexta, o Ibovespa fechou em alta de 1,31%, aos 65.709 pontos. Na semana, a bolsa subiu 0,47%.

O dólar fechou em alta em relação ao real nesta segunda-feira (8), com o mercado acompanhando o movimento de realização de lucro no exterior após a confirmação da vitória de Emmanuel Macron à Presidência da França.

A moeda norte-americana subiu 0,66%, a R$ 3,1959. 

Tanto no mercado acionário brasileiro quanto no movimento da divisa norte americana, os investidores estão de olho na tramitação da reforma da Previdência no Congresso Nacional.

Às 10h58, o dólar subia 0,38%, a R$ 3,1898.

O Banco Central não anunciou qualquer intervenção para o mercado de câmbio para esta sessão Em junho, vencem US$ 4,4 bilhões em swap cambial tradicional, equivalente à venda futura de dólares.