Bolsas da Ásia encerram pregão em baixa, preocupadas com fatores geopolíticos

As bolsas do sudeste asiático encerraram o pregão desta quarta-feira (19) majoritariamente em baixa, com os negócios prejudicados por fatores geopolíticos. Em um discurso realizado em um porta-aviões ancorado no mar japonês, o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, voltou a alertar a Coreia do Norte prometendo resposta no caso do uso de armas convencionais ou nucleares pelo país asiático.

Na China, o mercado também foi pressionado por temores de que Pequim se torne mais rigoroso contra negócios especulativos. O índice Xangai Composto caiu 0,81%, a 3.170,69 pontos, já o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,72%, a 1.932,46 pontos.

A exceção do dia foi o índice japonês Nikkei, que mostrou alta marginal de 0,07% em Tóquio, a 18.432,20 pontos, favorecido por um breve enfraquecimento do iene ante o dólar.

Seguindo o tom da China continental, em outras partes do continente asiático, o Hang Seng recuou 0,41% em Hong Kong, a 23.825,88 pontos, e o Taiex caiu 1,09% em Taiwan, a 9.639,94 pontos. Em Seul, o índice sul-coreano Kospi caiu 0,47%, a 2.138,40 pontos. Em Manila, o PSEi recuou 0,87%, a 7.522,98 pontos.