Bolsas da Ásia encerram pregão majoritariamente em baixa

As bolsas do sudeste asiático encerraram o pregão desta quarta-feira (12) majoritariamente em baixa, pressionados pelos riscos geopolíticos no Oriente Médio e no Mar do Sul da China, com o aumento das tensões com a Coreia do Norte. O país declarou em sua mídia estatal que pode lançar um ataque nuclear contra alvos dos EUA.

Donald Trump ameaçou uma ação unilateral. No Twitter, o presidente dos EUA afirmou que a Coreia “está procurando encrenca”, e pediu posicionamento da China. O líder chinês, Xi Jinping, afirmou em conversa telefônica que quer resolver a questão coreana de forma pacífica.

Na China, o Xangai Composto caiu 0,46%, a 3.273,83 pontos, o menos abrangente Shenzhen Composto registrou perda de 0,76%, a 2.007,00 pontos.

No Japão, o índice Nikkei recuou 1,04%, a 18.552,61 pontos, o menor nível em quatro meses, com fortalecimento da moeda local.

Em outras regiões da região asiática, o Taiex recuou 0,51% em Taiwan, a 9.832,42 pontos. O filipino PSEi registrou recuo de 0,22% em Manila, a 7.601,40 pontos. O Hang Seng se recuperou nas últimas horas de negócios e subiu 0,93%, a 24.313,50 pontos. O índice sul-coreano Kospi subiu 0,24% em Seul, a 2.128,91 pontos, mesmo com as problemáticas norte-coreanas.