Bolsas da Ásia encerram pregão em queda nesta terça

As bolsas asiáticas encerraram o pregão em queda nesta terça-feira (31), seguindo as perdas dos índices acionários de Nova York ontem, em meio a uma onda de aversão a risco causada pelo decreto do presidente dos EUA, Donald Trump, para barrar o fluxo de imigrantes. As outras bolsas da região, como da China, ficaram fechadas devido a um feriado.

Na última sexta, Trump suspendeu o programa de refugiados da Casa Branca por quatro meses, proibindo a entrada nos EUA de cidadãos de sete países de maioria muçulmana por 90 dias. O presidente americano também já havia anunciado medidas de viés protecionista.

Em Tóquio, o índice Nikkei teve recuo de 1,69%, a 19.041,34. Em Seul, o Kospi registrou perda de 0,77%, a 2.067,57 pontos na Coreia do Sul, que voltou a operar após parar por dois dias úteis em função de feriados. nas filipinas, o PSEi recuou 1,46% em Manila, a 7.229,66 pontos.

Em outras partes da Ásia, como China, Hong Kong, e Taiwan, as bolsas continuaram fechadas nesta terça, em razão do feriado do ano novo lunar.