Após discurso de Trump, bolsas asiáticas despencam

As bolsas da Ásia encerraram o pregão majoritariamente em baixa nesta quinta-feira (12), após a coletiva do presidente eleito dos EUA, Donald Trump, ter causado decepção aos investidores nesta quarta. Em sua primeira coletiva desde sua vitória, Trump não ofereceu detalhes sobre planos econômicos ou futuros incentivos fiscais.

Como consequência da falta de novidades significativas durante a coletiva, o dólar se enfraqueceu ante o iene, prejudicando ações de exportadoras na Bolsa de Tóquio. O índice japonês Nikkei recuou 1,19%, a 19.134,70 pontos.

O Xangai Composto teve queda de 0,56%, a 3.119,29 pontos, já o Shenzhen Composto recuou 0,87%, a 1.951,31 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng caiu 0,46%, a 22.829,02 pontos. O Taiex seguiu no rumo oposto e subiu 0,69% em Taiwan, a 9.410,18 pontos.

O sul-coreano Kospi subiu 0,58% em Seul, a 2.087,14 pontos, representando outra exceção às quedas no continente. O Banco Central da Coreia anuncia decisão de juros no fim da noite de hoje. Nas Filipinas, o PSEi recuou 0,78% em Manila, a 7.264,55 pontos.