Petróleo opera em alta, ainda reagindo ao acordo de redução da produção

Os contratos futuros dos barris de petróleo negociados em Londres e Nova York operam em alta nesta terça-feira (13). O mercado ainda vem reagindo ao acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) de reduzir a oferta e elevar os preços. Analistas ainda avaliam um relatório da Agência Internacional de Energia (AIE), divulgado mais cedo.

A expectativa é de que o compromisso da Opep e de fora do grupo para reduzir a produção possa auxiliar no equilíbrio da oferta e da demanda no primeiro semestre de 2017, segundo o relatório da AIE.

Às 9h57 (de Brasília), o petróleo WTI para janeiro, contrato mais líquido, subia 0,83%, a US$ 53,27 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para fevereiro registrava alta de 1,02%, a US$ 56,26 o barril, na ICE.

Às 16h21, o barril de Brent tinha alta de 0,40%, a US$ 55,91. O barril de WTI tinha alta de 0,72%, a US$ 53,21.