Bovespa despenca com vitória de Trump, dólar sobe

O principal índice da bolsa de São Paulo opera em forte queda após o republicano Donald Trump ser eleito o novo presidente dos EUA, nesta quarta-feira (9). O mercado brasileiro, acompanhando tendência mundial, reagiu com pessimismo ao resultado no país com a maior economia mundial.

Às 10h30, o Ibovespa, principal indicador da bolsa, despencava 3,19%, a 62.110 pontos. Nos pregões anteriores, com aposta dos mercados na vitória de Hillary Clinton, a bolsa subiu 4%.

Às 12h50, o índice recuava 0,97%, a 63.534 pontos.

Às 14h23, o índice cedia 2,49%, a 62.560 pontos.

>> Vitória de Trump derruba bolsas asiáticas

Dólar

Às 10h32, o dólar registrava forte alta de 1,67%, a R$ 3,2244. A surpreendente vitória de Trump levou os investidores do mundo todo a promoverem correção nos ativos com maior aversão risco. Nos quatro pregões anteriores, o dólar havia acumulado queda de 2,28% em relação ao real, apostando que Hillary venceria a eleição.

O dólar continuava seu movimento de alta, às 12h55. A divisa valia R$ 3,2199, com alta de 1,58%. 

Às 14h24, o dólar valia R$ 3,2288, com alta de 1,81%.

À Reuters, o analista de câmbio da corretora Gradual Investimentos, Marcos Jamelli, comentou que “o dólar pode ir a 3,30 reais até a próxima semana porque ninguém estava precificando a vitória de Trump".

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais