Bolsas da Ásia fecham sem direção definida preocupadas com eleição americana

Os mercados da Ásia fecharam o pregão desta quinta-feira (3) com resultados mistos, devido à preocupação com a eleição americana. Uma vitória do candidato republicano Donald Trump é vista com pessimismo por analistas. Além disso, o enfraquecimento do dólar, a alta do preço do petróleo e os dados positivos do setor de serviços chinês também influenciaram nos resultados pelo continente.

Após um começo de pregão no vermelho, a China fechou o dia com saldo positivo, na esteira dos dados de serviços positivos. O Xangai Composto teve alta de 0,84%, a 3.128,94 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto subiu 0,56%, a 2.071,59 pontos.

A bolsa de Tóquio não operou nesta quinta, devido a um feriado nacional no Japão.

Na Coreia do Sul, o Kospi subiu 0,25% em Seul, a 1.983,80 pontos. Já em Hong Kong, o índice Hang Seng recuou 0,56%, a 22.683,51 pontos, já em Taiwan, o Taiex registrou queda de 0,79%, a 9.067,27 pontos. Nas Filipinas, a fraqueza da moeda do país resultou em perda mais expressiva no PSEi: recuo de 1,26%, a 7.160,91 pontos.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais