Novas preocupações com a saída da Reino Unido da UE provoca queda das bolsas asiáticas

As bolsas do sudeste asiático encerraram o pregão desta sexta-feira (7) em baixa. O motivo seria a preocupação com os dados divulgados sobre o mercado de trabalho dos EUA, o chamado “payroll”, e os novos desdobramentos do “Brexit”, como é conhecida a saída do Reino Unido da União Europeia.

As novas incertezas em relação à separação do país fizeram a libra renovar mínimas em 31 anos ante o dólar durante o pregão asiático, atrapalhando o avanço das ações. Os mercados chineses continuam fechados por causa do feriado.

O índice Nikkei caiu 0,23%, a 16.860,09 pontos, no Japão. Apesar disso, o índice teve uma valorização de 2,4% no acumulado da semana, por causa da queda do iene ante o dólar.

O Hang Seng caiu 0,42% em Hong Kong, a 23.851,82 pontos, já o sul-coreano Kospi recuou 0,56% em Seul, a 2.053,80 pontos.

Nas bolsas asiáticas menores, o Taiex teve leve recuo de 0,20% em Taiwan, a 9.265,81 pontos. O filipino PSEi caiu 0,55% em Manila, a 7.578,29 pontos.