Bolsas asiáticas fecham em alta após relatório de emprego nos EUA

Ações do setor de matérias-primas avançaram após declarações doXi Jinping

As bolsas asiáticas fecharam com desempenho positivo nesta segunda-feira (5), após o relatório de emprego mais fraco do que o esperado dos Estados Unidos na semana passada ter levado investidores a reduzir as expectativas de que o Federal Reserve, banco central norte-americano, eleve os juros já neste mês. 

O mercado acionário chinês, sustentado pela alta no setor de matérias-primas, teve o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, ganho de 0,17%, a 3.319 pontos.  O índice de Xangai subiu 0,18%.

Xi Jinping disse que os planos para reduzir o excesso de capacidade nos setores do aço e carvão são baseados nas considerações de crescimento e ajustes estruturais de longo prazo da China. Diante das declarações do presidente na cúpula do G20, as ações do setor de matérias-primas estiveram entre os maiores ganhos, com o subíndice avançando 1,0%.

Em Tóquio, o Nikkei avançou 0,66%, a 17.037 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng subiu 1,65%, a 23.649 pontos. Em Xangai, o SSEC ganhou 0,18%, a 3.072 pontos. Em Seul, o KOSPI teve valorização de 1,07%, a 2.060 pontos. Em Taiwan, o TAIEX registrou alta de 1,14%, a 9.090 pontos. Em Cingapura, o Straits Times valorizou-se 1,71%, a 2.851 pontos. Em Sydney o S&P/ASX 200 avançou 1,06%, aos 5.429 pontos.