Bovespa fecha em queda na primeira sessão da semana

Dólar recua frente ao real

O ibovespa, principal índice Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), registra perdas nesta segunda-feira (22) e fecha em baixa de 2,23%, aos 57.781 pontos. Há uma expectativa acerca a nova alta dos juros nos EUA e do processo de impeachment da presidente Dilma.

Além disso, a baixa das ações da Petrobras pressionaram a queda durante todo o pregão uma vez que os preços do petróleo recuaram, após dados da China mostrarem alta nas exportações de produtos refinados e produtores norte-americanos aumentarem sondas petrolíferas em atividade, enfraquecendo, assim, a abertura em Wall Street.

Perto do fechamento, as ações preferenciais da Petrobras recuavam 3,83% e as ordinárias caiam 5,38%, na esteira do recuo dos preços do petróleo no mercado externo.

Às 11h19, o indicador apresentava decréscimo de 1,15%, aos 58.421 pontos.

Às 12h10, o índice registrava queda de 1,40%, aos 58.274 pontos.

Às 14h01, o ibovespa tinha perdas de 1,65%, aos 58.122 pontos.

Às 15h23, o índice recuava 1,77%, aos 58.054 pontos.

Às 16h47, o ibovespa caía 2,40%, aos 57.681 pontos.

Investidores também repercutiam declarações do vice-presidente do Federal Reserve, Stanley Fischer, de que o banco central norte-americano está próximo de atingir as metas de pleno emprego e de inflação. As expectativas se voltam para o discurso da chair da instituição que deve ocorrer na sexta-feira (26), na conferência de Jackson Hole.

Na véspera, o ibovespa registrou baixa de 0,11%, aos 59.098 pontos.

Dólar recua na sessão

O dólar mudou de direção no final do pregão e fechou em queda de 0,10%, a R$ 3,2017, nesta segunda-feira (22) por conta da expectativa acerca do início do julgamento do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.

No cenário externo, o desempenho positivo foi alavancado pelas declarações do vice-presidente do Federal Reserve, Stanley Fischer, de que o banco central dos EUA está perto de bater as metas de pleno emprego e de 2% de inflação.

O dólar registra valorização frente ao real nesta segunda-feira (22). 

Às 9h13, a moeda norte-americana tinha alta de 0,44%, valendo R$ 3,2191.

Às 11h15, os ganhos eram de 0,34%, a R$ 3,2158.

Às 14h06, o dólar valorizava 0,52%, a R$ 3,2218.

Às 15h23, a moeda subia 0,36%, vendida a R$ 3,2166.

Às 16h47, a moeda caía 0,13%, a R$ 3,2007.

No mercado doméstico, investidores seguem atentos a pistas sobre o ajuste fiscal prometido pelo governo Temer. Há expectativa de que as propostas de austeridade devem ganhar fôlego quando a presidente Dilma Rousseff sofrer o afastamento definitivo.

Nesta manhã, o Banco Central anunciou novo leilão de swap cambial reverso. A oferta foi de até 10 mil contratos. 

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais