'Bloomberg': Morgan Stanley perde entusiasmo com título de governo

Matéria publicada nesta segunda-feira (11) pela Bloomberg, conta que Morgan Stanley, que aconselhou que os investidores apostassem nos títulos antes do Reino Unido ter votado por abandonar a União Europeia e provocado uma disparada nos mercados globais de dívida, está perdendo o entusiasmo com títulos de governo.

Segundo a reportagem, o banco revisou sua perspectiva depois que os yields no chamado G-4 — EUA, Japão, Alemanha e Reino Unido — registraram quedas recorde na semana passada. O Morgan Stanley, um dos 23 dealers primários subscritores da dívida dos EUA, reproduz a cautela aconselhada pelo investidor Bill Gross após a alta. 

De acordo com a Bloomberg, os títulos do Tesouro dos EUA com vencimento em dez anos caíram nesta segunda-feira, e os títulos com vencimento em 30 anos quase não mudaram, depois que os yields de ambos atingiram mínimas recorde na sexta-feira.

“Após termos sido otimistas, passamos a ser neutros em relação aos papéis porque os yields do G-4 estão em valores mínimos recorde”, escreveram analistas do Morgan Stanley, entre eles Matthew Hornbach, diretor de estratégia global de taxas de juros em Nova York, em um relatório publicado no dia 8 de julho.