Petróleo registra perdas com mais plataformas ativas nos EUA

Os barris de petróleo negociados em Londres e em Nova York nesta segunda-feira (11) registram perdas. O maior número de plataformas ativas nos Estados Unidos, no patamar mais elevado em 12 semanas, dá sinais de que a recente queda na produção pode perder o ritmo. 

Às 8h53, o barril de Brent tinha baixa de 0,62%, a US$ 46,47, na International Exchange Futures (ICE), em Londres. Já o barril do West Texas Intermediate (WTI), negociado no New York Mercantile Exchange (Nymex), em Nova Iorque, registrava perdas de 0,62%, a US$ 45,13.

Às 11h11, a produção do Mar do Norte tinha queda de 0,21%, valendo US$ 46,66. Já o produto do Texas recuava 0,22%, a US$ 45,31.

Às 12h21, o barril de Brent desvalorizava 0,56%, a US$ 46,50. No mesmo horário, a queda do WTI era de 0,53%, a US$ 45,17.

Às 13h18, a produção do Mar do Norte estava cotada em US$ 46,35, com baixa de 0,88%. Já o produto do Texas recuava 1,06%, a US$ 44,93.

Às 14h39, o barril de Brent registrava queda de 1,11%, a US$ 46,24. No horário, o barril de WTI desvalorizava 1,26%, a US$ 44,84.

Na sexta-feira (8), os preços dos barris de petróleo encerraram em alta, em meio a notícias sobre o aumento mensal nos níveis de emprego nos Estados Unidos. O barril de Brent, negociado no Intercontinental Exchange, registrou ganhos de 0,56%,, a US$ 46,62. Já o barril de WTI negociado na Nymex subiu 0,6% a US$ 45,41.