Bolsa avança e dólar tem queda com cenário externo e noticiário político

O principal índice da bolsa brasileira opera em alta nesta terça-feira (10), em sintonia com os movimentos positivos no mercado estrangeiro, e também com investidores acompanhando o desenrolar no cenário político brasileiro. 

Na madrugada desta terça, o presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), revogou a decisão tomada antes, de anular as sessões plenárias da Casa que aprovaram o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Às 10h51, o Ibovespa tinha alta de 2,09%, aos 52.057 pontos -- com os papéis da BRF, Usiminas, Petrobras e Gerdau entre as maiores altas. AS ações preferenciais da estatal de petróleo avançavam em torno de 4%. Suzano e Fibria figuravam entre as maiores perdas, em torno de 1%. 

Às 14h06, o índice tinha valorização de 2,06%, aos 52.042 pontos.

Às 15h08, a alta era de 2,48%, aos 52.252 pontos.

A moeda norte-americana, por sua vez, registra queda frente o real nesta terça-feira, sem a atuação do Banco Central. O dólar recuava 1,15% às 11h51, a R$ 3,4760.

Às 15h17, a moeda estava avaliada em R$ 3,4751, com baixa de 1,17%.