Bovespa fecha no maior patamar do ano nesta terça-feira 

Dólar chega a subir mais de 2% mas fecha estável 

O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, fechou em forte alta nesta nesta terça-feira (12), atingindo sua maior pontuação de fechamento desde julho de 2015. O crescimento foi influenciado pela nova valorização das commodities no exterior e pela aprovação ontem do parecer favorável à abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff pela comissão especial na Câmara dos Deputados. 

A bolsa avançou 3,66%, aos 52.001 pontos.

Os papeis da Petrobras figuraram entre as maiores altas do pregão de hoje, acompanhando a disparada dos preços do petróleo no mercado internacional. As ações ordinárias da estatal, PETR3, subiram 8,93%, a R$ 11,35, enquanto as preferenciais, PETR4, se valorizaram em 7,63%, a R$ 9,03. 

A Vale registrou crescimento ainda maior, na esteira do avanço do minério de ferro na China. Ontem, o presidente da empresa, Murilo Ferreira, declarou à imprensa chinesa que a Vale busca se tornar a maior fornecedora internacional da commodity no país. As ações ordinárias, VALE3, avançaram 10,43%, a R$ 18,74, ao mesmo tempo em que as preferenciais, VALE5, subiram 10,94%, vendidas a R$ 14,20. 

Bolsas asiáticas em direções opostas

Os principais índices da China fecharam em leve baixa nesta terça, em dia de realização de lucros da alta da véspera. O Xangai Composto teve queda de 0,3%, a 3.023,65 pontos, e o Shenzhen Composto, índice de menor abrangência no país, recuou 0,9%, a 1.935,60 pontos. O órgão local de valores mobiliários aprovou mais sete ofertas públicas iniciais (IPOs) de ações, que poderão totalizar 2,8 bilhões de yuans (US$ 433 milhões).

No restante do continente, o Japão teve destaque. O principal índice do país, o Nikkei, registrou alta de 1,13%, aos 15.928,79 pontos. O iene registrou queda frente o dólar após comentários do ministro de Finanças do Japão, Taro Aso, sobre a vontade do governo de agir contra movimentos "especulativos e unilaterais" do câmbio.

Em Hong Kong, o Hang Seng avançou 0,31%, aos 20.504,44 pontos, incentivado pelo mercado japonês e também pelo avanço do petróleo. Na Coreia do Sul, o Kospi teve alta de 0,56%, aos 1.981,32 pontos.

Dólar fecha estável

O dólar fechou estável hoje, depois de atingir na véspera a menor cotação desde agosto de 2015. Durante a sessão a moeda chegou a operar em alta acima de 2%, mas o cenário político conturbado, marcado pelas incertezas quanto ao processo de impeachment, estabilizou seu valor. 

A moeda americana terminou o dia vendida a R$ 3,4948, em alta de 0,01%. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais