'NYT': precisa esconder alguma renda? Você não tem que ir para o Panamá

Criar uma empresa de fachada nos EUA é simples, especialmente em alguns Estados 

Matéria publicada neste sábado (9) no The New York Times, fala que para os americanos ricos que procuram ocultar os seus bens e proteger algumas das suas receitas fiscais, não há necessidade de ir para o Panamá ou qualquer outro paraíso fiscal offshore. É fácil estabelecer uma corporação lá mesmo, em casa.

"Em Wyoming, Nevada e Delaware, é possível criar empresas de fachada, praticamente sem perguntas", disse Matthew Gardner, diretor executivo do Instituto de Tributação e Política Econômica, uma organização de pesquisa sem fins lucrativos de Washington.

Segundo a reportagem, em alguns lugares, pode ser mais difícil obter uma licença de pesca do que o registo de uma empresa de fachada. E não custa muito mais. 

O jornal americano diz que a "Panama Papers", vazamento de mais de 11.5 milhões de arquivos do quarto maior escritório de advocacia offshore do mundo, o Mossack Fonseca, revelaram como milhares de clientes da empresa, incluindo uma série de figuras poderosas em todo o mundo, escondiam bilhões de dólares em paraísos fiscais. Até agora, apenas um pequeno número de nomes americanos vieram à tona. 

"Esta é apenas uma empresa em um só lugar", disse Gabriel Zucman, economista e autor do livro "O esconderijo de Riquezas: O Flagelo de Paraísos Fiscais", "Portanto, não pode representar o que está acontecendo no mundo todo".

'NYT' acrescenta que o Sr. Zucman estima que cerca de 8 por cento da riqueza financeira do mundo, mais de US$ 7, 6 trilhões, esteja escondido em contas no exterior, pela simples razão de ser muito simples criar empresas de fachada anônimos dentro dos Estados Unidos. Ou seja, indivíduos ricos e empresas que querem mascarar a sua propriedade podem convenientemente fazer isso nos Estados Unidos, e depois esconder esses ativos no exterior.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais