Dólar fecha em queda, próximo de R$ 3,60

Já a Bovespa sobe pelo terceiro dia consecutivo 

O dólar fechou em queda nesta quarta-feira (30), voltando a se aproximar do patamar de R$ 3,60. A desvalorização da moeda é reflexo da atuação do Banco Central, da turbulência política no país, e das menores expectativas de aumentos de juros no Estados Unidos. 

O dólar recuou 0,47%, a R$ 3,6209, após atingir até R$ 3,5986 na mínima do dia.

Bovespa tem leve alta

Já o Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, encerrou o pregão de hoje em leve alta, crescendo pelo terceiro dia consecutivo. O mercado doméstico segue atento à crise política à medida que o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff se desenvolve na Câmara dos Deputados. 

O principal índice de ações da bolsa subiu 0,18%, aos 51.248 pontos

As ações da Petrobras operaram com volatilidade. No fechamento, enquanto as ações ordinárias da estatal, PETR3, tiveram alta de 0,66%, a R$10,70, as preferenciais, PETR4, caíram 0,59%, a R$ 8,44. 

Já a Vale cresceu, apesar da queda do preço à vista do minério de ferro na China, acompanhando seus pares nas bolsas europeias. Os papeis ordinários e preferenciais da mineradora avançaram mais de 3%. 

A Gerdau liderou as altas do dia, com valorização de mais de 8%.

Bolsas da Ásia são impulsionadas por decisão do Fed

As ações asiáticas fecharam em alta nesta quarta-feira (30). Os índices chineses obtiveram os melhores resultadosno período de um mês. Os ganhos ocorrem um dia após declarações da chair do Federal Reserve, Janet Yellen, que refutou o aumento da taxa de juros no curto prazo.

A presidente do banco central norte-americano resaltou a necessidade de proceder de "forma cautelosa", uma vez que a economia mundial apresenta riscos elevados. A declaração deve mexer com os mercados ao longo do dia.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng teve alta de 2,15%, aos 20.803 pontos. O índice SSEC, em Xangai, subiu 2,76%, aos 3.000 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, oscilou 2,58% para cima, aos 3.216 pontos. Em Seul, o índice Kospi teve alta de 0,36%, aos 2.002 pontos. O índice Taiex, em Taiwan, registrou valorização de 1,39%, aos 8.737 pontos. Em Cingapura, o índice Straits Times avançou 1,9%, aos 2.872 pontos.

O japonês Nikkei teve direção diferente, sofrendo desvalorização de 1,31%, aos 16.878 pontos.