Aluguel cai 0,3% em São Paulo em janeiro

Garantia mais utilizada pelos inquilinos, fiador respondeu por 46,5% das locações efetuadas no mês

O valor médio dos contratos de locação residencial assinados no mês de janeiro na cidade de São Paulo caiu 0,3% em relação ao mês anterior, de acordo com pesquisa realizada pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação). No acumulado de 12 meses, a retração dos aluguéis atingiu 3,2%, enquanto a inflação medida pelo IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado) no período foi de 10,9%. 

"Desde junho de 2015, a variação acumulada em 12 meses pelo aluguel está negativa. A retração de 3,2% verificada em janeiro representa a maior queda já registrada desde que a pesquisa começou a ser feita, em janeiro de 2004", afirma Rolando Mifano, vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP.

Os imóveis de 2 dormitórios apresentaram a maior redução mensal nos valores de locação: 0,9%. As moradias de 3 quartos registraram retração de 0,3%, enquanto as residências de 1 dormitório sofreram aumento de 0,5%.O tipo de garantia mais utilizado pelos inquilinos em janeiro foi o fiador, que respondeu por 46,5% das locações efetuadas. O depósito de até três aluguéis foi usado em 35,5% das transações, ao passo que o seguro-fiança apareceu em 18% dos contratos locatícios realizados.