Preços do petróleo sobem nesta quarta

Acordo para congelamento da produção pode ser fechado hoje

Os preços dos barris de petróleo operam em alta nesta quarta-feira (17). A subida ocorre em momento em que os mercados globais voltam as atenções para Teerã, onde o atual presidente da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Mohammed al-Sada, se reúne com representantes do Irã, Venezuela e Iraque. A expectativa é que os países fechem um acordo para congelar a produção da commodity. 

Às 9h50, o barril de Brent estava com crescimento de 2,94%, valendo US$ 33,12. Já o barril de WTI teve avanço de 2,32%, com US$ 29,71.

Às 10h10, a produção do Mar do Norte teve valorização de 2,70%, com US$ 33,05. No horário, o produto do Texas cresceu 1,83%, a US$ 29,57.

Às 12h15, o produto de Brent tinha alta de 3,85%, valendo R$ 33,42. Já o WTI avançava 3,68%, a R$ 30,11.

Às 13h24, o barril do Mar do Norte valia US$ 33,28, com crescimento de 3,42%. O produto do Texas apresentava alta de 2,79%, valendo US$ 29,85.

Às 14h39, os preços registravam forte alta. O barril de Brent crescia 7,47%, a US$ 34,59. Já o produto do Texas avançava 6,54%, a US$ 30,94.

Anúncio de ministro derrubou preços na terça-feira

Na véspera, o ministro do Petróleo iraniano, Bijan Zanganeh, declarou que o país não vai abrir mão de sua fatia no mercado, influenciando a forte baixa dos preços. 

O barril de Brent para entrega em abril fechou nesta terça-feira (16) em baixa de 3,62% no mercado de futuros de Londres, cotado a US$ 32,18. Já o barril de WTI fechou em queda de 1,36%, cotado a US$ 29,04.