'NYT': Queda das ações bancárias provocam temores e desconfiança

Setor reduz drasticamente suas estimativas de ganhos para este ano 

Matéria publicada neste sábado (13), por Gretchen Morgenson, comenta que a queda dos preços das ações do Bank of America, Citigroup e JPMorgan Chase pode ser atribuída às dúvidas profundas dos investidores sobre as reformas, assim como a turbulência do mercado. Existem muitas pessoas questionando o grande mercado de ações financeiras dos Estados Unidos. A pergunta mais frequente é: Será que estamos caminhando para outra crise bancária?

Segundo a reportagem, o índice KBW Bank, composto por 24 instituições financeiras e bancos, está emitindo sinais que o setor da indústria não está forte. O índice despencou 19 por cento este ano e 26 por cento desde seu pico em julho de 2015. Nos últimos dias, as ações do Bank of America, Citigroup e JPMorgan Chase atingiram seus valores mínimos em 52 semanas. O Bank of America caiu 29 por cento e o Citi, cerca de 27 por cento, no acumulado do ano, enquanto o JPMorgan apresentou baixa de 13 por cento.

Claramente, o declínio nas ações dos bancos reflete a turbulência dos mercados de commodities, a desaceleração econômica na China e os novos problemas bancários da Europa. O quanto estes problemas irão prejudicar os grandes bancos em seus balanços e demonstrações de resultados, permanece incerto.